Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT




Foto: Reprodução

Um homem morreu em ação policial durante cumprimentos de mandados judiciais de uma operação da Segurança Pública, na manhã desta quarta-feira (14), para combater a atuação do Comando Vermelho na região Noroeste de Mato Grosso. As vítimas estavam em uma casa na cidade de Confresa (1.002 km ao Noroeste de Cuiabá).

Conforme as informações da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), a operação foi deflagrada nas cidades de Confresa, Porto Alegre do Norte e Vila Rica e vai cumprir 12 mandados de prisão e dois de busca e apreensão. A vítima foi identificada como José Ferreira Ribeiro Neto, 24, morador do Setor Arco-íris.

Equipe do Grupo de Operações Especiais (GOE) e a Polícia Civil foram até a casa do suspeito para cumprir mandado de busca e apreensão, quando flagraram José perto de um carro na garagem, portando uma arma de fogo na mão.

Agentes pediram para que ele soltasse a arma e que colocasse as mãos na cabeça, mas ele desobedeceu e apontou em direção aos policiais, que revidaram atirando nele.

Em seguida, Corpo de Bombeiros foi acionado e encaminhou José para o hospital. Ele estava vivo, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Perícia foi acionada para trabalhar no caso.

Em buscas dentro da casa, porção de cocaína foi encontrada na cozinha e u valor de R$ 34,05. No banheiro, policiais encontraram um revólver calibre 32 com 6 munições. Celulares também foram apreendidos.

Além disso, os investigadores encontraram balas em uma parede de tijolos. Testemunhas contaram que ele praticava ‘tiro ao alvo’ no local.

Ações

Operação fará ainda a limpeza de 33 pontos da cidade que estão com pichações do Comando Vermelho, fazendo apologia ao crime. As forças policiais farão abordagens nos bairros, bem como em festas e bares.

Fonte:Yuri Ramires/Gazeta Digital
Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.