Bem-vindo(a). Hoje é Juruena - MT

 


O Corinthians emitiu uma nota oficial nesta sexta-feira para corrigir uma informação que o próprio clube havia divulgado em agosto sobre a negociação do lateral-esquerdo Carlos Augusto.


Na época, o Timão noticiou que receberia 4 milhões de euros (cerca de R$ 25,2 milhões) por 40% dos direitos do jogador de 21 anos e, além disso, teria direito a 60% do valor de uma futura transferência do lateral, cobiçado por outros times europeus.


Entretanto, o clube retificou que esse dado estava equivocado e que, na verdade, o Alvinegro terá direito a 60% do lucro que o Monza obterá em uma possível revenda de Carlos. Essa informação foi divulgada pelo site Globoesporte.com na quinta-feira e confirmada nesta manhã.


Ou seja, a cifra destinada ao Corinthians em uma futura negociação do atleta será menor do que se esperava, e a equipe pode acabar nem recebendo qualquer valor caso os italianos vendam o brasileiro por um valor igual ou inferior aos 4 milhões de euros pagos em agosto deste ano.


Carlos Augusto chegou ao Corinthians em 2011 para atuar pelas categorias de base. Campeão do Paulistão Sub-13, da Copa do Brasil Sub-17 e da Copa São Paulo de Futebol Júnior, ele subiu à equipe principal do Timão em 2018 e fez parte da conquista do Campeonato Paulista do ano passado.


Titular na reta final do Estadual desta temporada, o jogador balançou as redes uma vez em 41 jogos com a camisa alvinegra – contra a Chapecoense, na Arena Corinthians, pelo primeiro turno do Campeonato Brasileiro do ano passado.


Gazeta Esportiva (foto: assessoria)


Marcadores: ,

Postar um comentário

O Portal DN Notícias não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional, inseridos sem a devida identificação do autor ou que sejam notadamente falsos, também poderão ser excluídos.
Lembre-se: A tentativa de clonar nomes e apelidos de outros usuários para emitir opiniões em nome de terceiros configura crime de falsidade ideológica. Você pode optar por assinar seu comentário com nome completo ou apelido. Valorize esse espaço democrático Agradecemos a participação!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.